| (45) 3284-5700 | 9.9953-5200 Av. Rio Grande do Sul, 2700
(45) 3284-5700 | 9.9953-5200 Av. Rio Grande do Sul, 2700
Por Assessoria Faciap | Postado em: 25/01/2018
Operações da Garantioeste cresceram 32% em 2017
Operações da Garantioeste cresceram 32% em 2017

A Garantioeste, Sociedade de Garantia de Crédito do Oeste do Paraná, teve em 2017 o melhor resultado em um único exercício desde que foi criada há sete anos. A meta no volume de operações foi 32% maior no comparativo com o ano anterior. E as projeções para 2018 são ainda melhores, diz o presidente da SGC, o supermercadista Khaled Nakka, que é de Vera Cruz do Oeste.

 

O total de operações realizadas em 2017 foi de 624, somando a liberação de R$ 18,6 milhões em cartas de aval. No ano anterior, o volume chegou a R$ 14,1 milhões, e em 2015 foram R$ 8,5 milhões. A grande maioria das cartas foi repassada a empresas ligadas ao comércio (383), seguidas das de serviços (176) e de produção (65). Do total, 77% das operações foram autorizadas pelo Sicoob, 20% pelo Sicredi e 3% pelo BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento Econômico do Extremo-Sul).

 

A maior soma dos recursos é destinada a capital de giro, que alcançou R$ 14,5 milhões no ano passado (89%). O total de investimentos chegou a R$ 2,6 milhões (3,43% misto e 2,29% puro), Cartão BNDES (3,54%) e composição de dívida (1,66%). O mês de novembro registrou a maior movimentação em operações, somando R$ 1,8 milhão – R$ 300 mil em investimento e R$ 1,5 milhão em capital de giro. Khaled diz que das empresas beneficiadas em 2017, 367 eram microempresas, 89 microempreendedores individuais e 48 pequenas empresas. Também foram contempladas 5 médias e 1 grande empresa.

 

Meta x realizado

A região de Toledo lidera o volume de recursos liberados por meio das cartas de garantia. A meta para 2017 era de R$ 9,5 milhões e o realizado foi de R$ 12 milhões (109%). Já em Cascavel a meta era de R$ 4,22 milhões e o efetivado foi de R$ 4,20 milhões (99,49%). E em Foz do Iguaçu a meta estipulada para 2017 era de R$ 3,35 milhões e o realizado foi de R$ 2,48 milhões (74,16%). As cidades melhor posicionadas nesse ranking são: Ouro Verde do Oeste com 378% a mais no comparativo entre realizado e meta; Santa Terezinha de Itaipu com 344%, Santa Helena com 282%, Santa Tereza do Oeste com 222% e Marechal Cândido Rondon com 173%.

 

Aporte

Um trabalho realizado com sucesso na região é a aproximação com o setor público, que busca fortalecer o fundo de risco local gerando mais opções em crédito para o micro e o pequeno empresários. O supervisor administrativo da Garantioeste, Marco Rothe, informa que os números ficam ainda mais expressivos quando se percebe que para cada real aportado por uma prefeitura há alavancagem de oito reais em garantias. Os aportes são feitos pelo Sebrae e Sicoob e pelas prefeituras de Toledo, Cascavel, Foz do Iguaçu e Terra Roxa. Há previsão de que mais seis prefeituras se unam ao projeto ao longo deste ano.

 

O volume global de operações em sete anos chega a R$ 89,2 milhões, com garantias emitidas que totalizam R$ 65,4 milhões. Marco Rothe diz que o saldo total do fundo de risco é de R$ 12,3 milhões e que a inadimplência nas operações chega a 3,58%. A Garantioeste, maior Sociedade de Garantia de Crédito do Brasil, foi criada pelo Sebrae em parceria com Faciap, Caciopar, IDR-Oeste e as associações comerciais de Toledo, Cascavel e Foz do Iguaçu. A finalidade é fornecer cartas, mediante prévia aprovação, a empresas que têm dificuldades de acesso ao crédito.

 

 

© 2018 Acimacar
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por